Cruz Vermelha Brasileira – Minas Gerais

Delzio Bicalho, um homem para a história de MG, da medicina e da Cruz Vermelha

Ao final do mês de dezembro, antes da chegada do novo ano, a Cruz Vermelha Brasileira – Filial Minas Gerais despediu-se de seu ex-presidente, o Dr. Delzio de Moura Bicalho, que faleceu na capital mineira deixando importante legado de dedicação pela vida, pela medicina e pelo trabalho humanitário no estado.

O Dr. Bicalho, como é lembrado por funcionários e voluntários da Cruz Vermelha, esteve à frente da instituição entre os anos de 2004 e 2010. Em sua gestão, a CVB-MG desenvolveu a sua atuação na área social, a partir de projetos valiosos como a Ação Cidadã, com o atendimento de saúde e cidadania junto às populações vulneráveis da Grande BH.

Dr. Bicalho também presidiu a Cruz Vermelha durante grandes campanhas de ajuda humanitária em Minas Gerais, como as que enviaram doações dos mineiros para as vítimas do Tsunami em países da Ásia, em 2005 e das enchentes no estado de Santa Catarina, em 2008.

Com uma vida intensamente dedicada à medicina, foi amigo e companheiro de pesquisas do professor Clóvis Salgado e da turma de notáveis que o seguiu na Universidade Federal de Minas Gerais. Integrou o grupo de benfeitores da Cruz Vermelha que, dentro da instituição, colaborou para o avanço e descoberta de novas técnicas médicas como a colposcopia. Seu filho, o Dr. Delzio Bicalho Salgado, também foi presidente da CVB-MG.

A Cruz Vermelha deseja suas homenagens e maiores cumprimentos aos familiares e amigos do Dr. Delzio Moura Bicalho, inspirando-se em seu trabalho para o fortalecimento das ações em defesa da vida no estado de Minas Gerais.

PALAVRAS-CHAVE

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email