Cruz Vermelha Brasileira – Minas Gerais

CVB-MG promove desinfecção em central dos Correios

O Centro de Entregas e Encomendas dos Correios, na região da Pampulha, é dos maiores da empresa. Diariamente, milhares de encomendas de todos os cantos passam pela triagem, manuseio e são encaminhados por parte dos cerca de 150 profissionais que atuam no local.

Em tempos de pandemia, com a suspensão temporária do comércio físico e a ampliação das compras online, o volume de encomendas no galpão aumentou muito. Assim como os riscos de contaminação e a necessidade de prevenção ao Novo Coronavírus com as medidas sanitárias adequadas.

Por isso, a Cruz Vermelha Brasileira – Filial Minas Gerais, realizou no fim da tarde deste sábado (4), uma ação especial de desinfecção, em toda a extensão da central de distribuição, no chão, nas plataformas de trabalho e também em alguns veículos dos Correios que têm realizado as entregas no estado. “Essa unidade concentra quase 40% dos pacotes na região metropolitana de BH. A ação de desinfecção realizada hoje no espaço é fundamental para dar garantia de saúde aos funcionários”, disse Ricardo Fogos, coordenador da área de engenharia de segurança e medicina do trabalho dos Correios.

A equipe da Cruz Vermelha, composta por oito pessoas, realizou a pulverização da estrutura do local com o uso de bombas costais e do produto RC19, viruscida que foi levado a partir da parceria com a empresa IQR-Indústria de Produtos Químicos. Toda atividade contou com planejamento rígido de segurança, uso de paramentação completa e de todos os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs).

O processo deu certo. O técnico da IQR, Cristiano Reis, acompanhou todos os trabalhos e realizou a medição do índice de contaminação das superfícies antes e depois da aplicação do produto. “Tivemos primeiro um índice de infecção referência de 3050 unidades RLU, a partir do uso de um luminômetro, que baixou para 106 após a pulverização, um resultado de eficácia de mais de 90%”, afirmou.

A Cruz Vermelha tem atuado desde o início da pandemia, com ações diversas de saúde e assistência social, frente ao período de distanciamento. Já foram entregues mais de 3.000 itens de proteção para hospitais de BH, além de produtos de limpeza e profilaxia a abrigos, instituições de longa permanência e casas de acolhimento de públicos vulneráveis da capital e do interior.

PALAVRAS-CHAVE

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email